quinta-feira, 25 de agosto de 2011

Arrumando a mala


"Dobrei a tristeza e arrumei lá bem no fundo.
Mesmo ao lado das ilusões ,das desilusões e das agruras da vida.
Meti-as na mala para que não me esquecesse.
Do mal que me fizeram...

Fui buscar também os sonhos que ainda me restavam.
E arrumei-os na bolsa de fora.Para estarem mais à mão.
No acaso de se virem a se realizar...Mera fantasia...

Ainda havia muito espaço na minha mala de viagem.
Por isto também, lá meti as saudades que me chegaram,
com o vazio deixado por alguém muito querido.

Só faltava a esperança que tinha perdido em algum lugar.
Entre o sonho e a realidade.
Mas que me apareceu de novo.
Assim como que por magia
Quando já não a esperava.
Arrumei-a com cuidado para que não amarrotasse.

Juntei as promessas todas e misturei-as com as mentiras
Que me ofereceram um dia.
Meti tudo no mesmo saco, que não meti na mala,
Deitei-o fora!

Sentada na paragem deserta enquanto espero pelo carro...Que tarda...
Faço as contas à vida o que passou...
E do resto que ainda me falta...Somo tudo...
E já é menos da metade...
Desconheço autoria...

Edna Campos.

20 comentários:

  1. A magia da vida é juntar todas as experiências, perdas e ganhos e apesar de tudo saber que a esperança ainda abriga o nosso coração.Parabéns Edna pelo post.Lindo!Grandes voos pela vida.Bjs Eloah

    ResponderExcluir
  2. Edna, arrumar as malas de nosso caminhar, é sempre complicado.
    Muita coisa a gente precisa deixar pra trás, mas insiste em colocar dentro da mala.
    Ao meu ver, penso que se a abandonarmos, pode fazer falta no caminho, pois nos serviu de aprendizagem.

    Agora a esperança, temos que levá-la, sem ela vai ser difícil seguir viagem.

    Beijos com carinho.

    ResponderExcluir
  3. Maravilhosa essa mensagem...Dobrar tudo de bom ,usar bem depois e deixar as tristezas fora da mala...beijos,lindo fds,chica

    ResponderExcluir
  4. Brigadinha pelo carinho lá no Rabiscos.
    Tenha um delicioso dia.
    Beijos no ♥

    ResponderExcluir
  5. Que possamos sempre caminharmos de mãos dadas
    Nunca te abracei, Nem jamais sentiste o meu aperto de mão.
    Diante de um computador Mesas distantes nos separam,
    Embora trocamos mensagens .Nesse mundo encantado.
    Que só a Net pode oferecer...
    É fantástica a nossa amizade.
    Imagens e sentimentos Retratados numa telinha de um micro.
    Um dia talvez... Deixemos o virtual, E chegamos até o real...
    Quem sabe?!
    E pode ser que também Que isso nunca venha acontecer...
    Mas no momento o que importa mesmo É que nos escolhemos ..
    Para usufruir essa amizade Tão linda e tão pura!!!
    E dentro desse bem Que nos fez irmãos de jornadas,
    Eu peço todos os dias Que ilumine cada vez mais a estrada da tua vida...
    Para que eu possa Por muito tempo ainda Te chamar carinhosamente:
    MINHA AMIZADE LINDA..
    A Deus sua presença Perfeita
    Ele me abençoou
    Com sua amizade..
    Você especial para mim..
    Um abençodo final de semana beijos meus..
    Evanir..

    ResponderExcluir
  6. Guardar tudo de bom. O que não for bom, deixar para trás e levar apenas a experiência adquirida. Sonhos e esperanças, sempre carregar, junto com a fé.
    Beijos. Bom fds.

    ResponderExcluir
  7. Edna,que bonita essa arrumação!Uma msg de vida muito comovente!Adorei o comentario sobre a sua netinha em meu blog!Quer dizer que ela desenha bastante por aí?...rss...deve ser uma graça!bjs,

    ResponderExcluir
  8. Oi Edna, arrumar uma mala é sempre um dilema. Dificil escolher o que levar e o que deixar, mas com cautela e paciencia acertaremos nas escolhas.
    Bjs minha linda e uma mala recheada de coisas boas pra ti.

    ResponderExcluir
  9. Edena, muito bonito o poema. Gostei. Um grande abraço. Tenhas um lindo fim de semana.

    ResponderExcluir
  10. Edna. Arrumar malas, gavetas, etc é sempre tarefa "chata", porém, necessária. Gostei. Beijos!

    ResponderExcluir
  11. Uma linda mensagem, parabéns.
    Obrigada pelo seu carinho. Que bom que está estudando.
    Mas é pura correria, não é mesmo?
    Sabe, já faz tempo
    Que eu queria te falar
    Das coisas que trago no peito

    Saudade, já não sei se é
    A palavra certa para usar
    Ainda lembro do seu jeito

    Não te trago ouro
    Porque ele não entra no céu
    E nenhuma riqueza deste mundo

    Não te trago flores
    Porque elas secam e caem ao chão

    Te trago os meus versos simples
    Mas que fiz de coração.

    ResponderExcluir
  12. Amiga,
    Ótima metáfora de lição pra nossas vidas.Eu não gosto muito de arrumar malas no sentido concreto,mas nesse aí apontado o esforço e fadiga valem à pena pelo resultado!
    Abraço e bom fim de semana.

    ResponderExcluir
  13. Vez ou outra, temos mesmo que arrumar essa mala, não é, amiga?
    :)

    Beijão pra você, e tenha um abençoado final de semana.

    Cid@

    ResponderExcluir
  14. Amiga!

    Arrumar malas

    também não é a minha especialidade...

    Bjsss

    ResponderExcluir
  15. Passando por aqui pra te desejar uma deliciosa semana.
    Beijos no ♥

    ResponderExcluir
  16. De todos os apetrechos vou colocar em minha mala a esperança de melhores dias e assim poder dizer que a vida é uma eterna espera.

    Bj no coração minha querida

    ResponderExcluir
  17. Edna,passando para reler sua bela msg e desejar uma boa semana!Bjs,

    ResponderExcluir
  18. Nem sempre é fácil arrumar essa mala, algumas coisas não muito importantes teimam em tomar lugar de outras, enfim, é preciso discernimento.

    Beijos

    ResponderExcluir
  19. Minha querida

    Uma bela mensagem neste poema...devemos arrumar os momentos...pois a vida é feita de momentos apenas.

    Deixo um beijinho com carinho
    Sonhadora

    ResponderExcluir
  20. Lindo poema, com uma mensagem a se refletir...arrumar as malas, jogando fora tudo que nos impede ter um caminhar feliz...
    bjs
    Tina (SONHAR E REALIZAR)

    ResponderExcluir

"Durante nossa vida conhecemos pessoas que vem e ficam.
Outras que vem e passam.
Existem aquelas que vem, ficam e depois se vão.
Mas existem aquelas que vem e se vão com uma enorme vontade ficar."
Charles Chaplin.
Obrigada pelo seu comentário. Bjs.