quarta-feira, 4 de outubro de 2017




Preservação do self: 



segunda-feira, 18 de setembro de 2017


Fonte: Edna Campos
A procura da nossa turma.

O isolamento como dádiva

"Se você tentou se adaptar a qualquer tipo de forma e não conseguiu, talvez você tenha muita sorte. É verdade que você pode ser um exilado de alguma espécie, mas sua alma está abrigada. Ocorre um estranho fenômeno quando a pessoa tenta se adequar e não consegue. Muito embora a criatura diferente seja rejeitada, ela é ao mesmo tempo empurrada para os braços dos seus verdadeiros companheiros psíquicos, quer se trate de uma linha de estudo, de uma forma de arte, quer de um grupo de pessoas. É pior ficar ali onde não nos sentimos bem, do que vaguear perdida por um período em busca da afinidade psíquica e profunda que precisamos. Nunca é errado ir à procura do que necessitamos. Nunca mesmo. Há algo de útil em toda esta torção e tensão. Embora essa situação não seja algo que se deseje a ninguém por nenhum motivo, seu efeito é semelhante ao da produção de diamantes pela pressão aplicada ao carbono puro - ela acaba levando a uma profunda amplidão e clareza na psique. Elimina a fraqueza com os golpes, erradica as lamentações, proporciona um autoconhecimento penetrante, aguça a intuição, assegura o poder incisivo de observação e de visão  de perspectiva jamais alcançada pelas pessoas “aceitas”"
Clarissa Pinkola Estés.

quinta-feira, 1 de junho de 2017

Uma dedicação de amizade e carinho.


Ganhar presente é bom. 
Melhor ainda quando é pura demostração de carinho. 
Um mimo do grande poeta Álvaro Oliveira.

Tentei reproduzi-la numa moldura.

Edna Campos Lima.